O Londrina decidiu pela saída do técnico Alemão nesta segunda-feira, um dia após o empate com o Ypiranga-RS, por 1 a 1, no Estádio do Café. Com Covid-19, o treinador nem ficou no banco neste jogo, já que cumpre o isolamento. Até por isso, ele já ficaria fora do jogo com o Remo, no sábado, em Belém, que pode valer ao Tubarão o acesso à Série B.

A informação foi divulgada pelo repórter Reinaldo Furlan, da rádio Paiquerê 91,7, e foi confirmada pelo ge com fontes dentro do clube.

Em entrevista à Rádio Paiquerê 91,7, Sérgio Malucelli afirmou que o Londrina terá outro técnico para o jogo de sábado – que não será o auxiliar Warta. O gestor, porém, não confirmou oficialmente a saída de Alemão – o treinador está com Covid-19 desde sexta-feira e cumpre isolamento.

Apesar de não confirmada por Sérgio Malucelli, a demissão ocorre na semana que o Londrina decidirá o acesso à Série B, na partida contra o Remo, no próximo sábado, em Belém, pela última rodada da fase semifinal da Série C. Terceiro colocado do grupo, com seis pontos, o Tubarão precisará ganhar a partida e secar o Paysandu.

Alemão estava no cargo desde janeiro de 2020. Ele comandou o Tubarão no Paranaense (parou nas quartas de final), na Copa do Brasil (eliminado na primeira fase) e na Série C do Brasileiro. Foram 36 jogos, com 13 vitórias, 11 empates e 12 derrotas – aproveitamento de 46,3%.

Esta foi a segunda passagem de Alemão pelo time principal do Londrina. Ele esteve no cargo entre janeiro e agosto de 2019, comandando o time em 34 partidas, com 15 vitórias, 10 empates e nove derrotas – aproveitamento de 53,9%. A demissão ocorreu durante a Série B do Brasileiro (o time acabou rebaixado naquele ano).

Fonte: G1
Foto: Gustavo Oliveira/LondriFontna EC